5 de agosto de 2009

Eu esquecido

Coitada dela
Ela vive só
Só se ouve isso dela

Dela não tenho notícias há dias
Ela perde os dias trancada em seu mundo
Não sabe quanto da vida já perdeu

Perdeu muito tempo sem nada
Nada parece abalar aquela criatura

Criatura estranha ela
Ela vive um conto de fadas
Fadas não existem

Existem muitos iguais
Iguais a mim?
E eu, quem sou?


by Val Costa Pinho