8 de dezembro de 2009

A minha fé

Existe uma fé que não é expressa em vestes
Uma fé que não precisa ser reforçada
Não precisa de páginas gravadas na mente
Nem presenças em cultos ou manifestações

A minha fé
Ela não está nas palavras
Em arrumações de frases sagradas
No derramar de moral e valores

Não aprisiona o meu comportamento
Não me obriga a nada
Não me torna detentora de pré-julgamentos e pré-conceitos

A minha fé exala do coração
É uma fé-amor
Maior que qualquer crença
Ela está em meu silêncio
Minha visão de mundo
Minhas ações
No tratar ao próximo
Está em minha essência

Nossas oblações podem ser sentidas pelo divino que há em nosso interior
Pelo sentido que damos ao amor
Um nobre afeto, doado sem limites
O que para muitos pode ser ilusão

Acreditar na ilusão é ter fé na ilusão
Eu escolhi acreditar no amor
Em minhas mãos o configurei
E fiz deste, a minha fé...

by Val Costa Pinho