30 de agosto de 2010

Não me há


Olha lá
Há um olhar
No ar há
Não me há

Só há
O olhar
A desviar

Ah, que pena
Lá não me há

by Val Costa Pinho